Visão além do alcance.

Atenção, aviso de gatilho!!! este texto pode te deixar com fome e também com uma visão diferenciada da realidade. Oxe - você deve estar se perguntando - como chegaram nesta mistura? E a resposta tá na mão: já fizemos muito bolo nesta vida.


Anota a receita


Três ovos, duas xícaras de farinha de trigo, um forno aquecido a 180 graus; não significam muita coisa quando analisados isoladamente. Porém, a grande sacada é perceber que todas estas partes interagem entre si, estabelecendo uma relação recíproca de influências e mudanças para chegar em algo maior - um todo organizado - que neste caso é o bolo delicioso com direito a foto no grupo da família do wpp.


Cada elemento no bolo tem uma importância. Já esqueceu de colocar o fermento ou trocou um ingrediente por engano? Pois bem, os caminhos para os resultados almejados e consistentes estão conectados diretamente a observação do todo, a diminuição da distância entre os seus elementos e como se inter-relacionam.


“um sistema é uma entidade cuja existência se deve às mútuas interações entre seus componentes”.

Ludwig von Bertalanffy - criador da Teoria Geral dos Sistemas



Não é necessário ser um master chef para desenvolver uma visão sistêmica. Lembra do texto passado quando dissemos que Planejamento é intrínseco em todo ser humano? Com a visão sistêmica também é da mesma forma. Somos um sistema que se comunica com outros sistemas - o tempo todo - e só nos entendemos através destas interações.


Um pitada de: Visão Sistêmica, Ecológica ou Holística.


Visão Sistêmica e Pensamento Sistêmico são sinônimos. Ambos estão relacionados ao modo de encarar a realidade, saindo de uma perspectiva puramente mecanicista e linear progredindo para um contexto global.


No modelo mecanicista uma organização é gerida como o funcionamento de uma máquina e alguns pontos que a caracterizam são: a centralização, precisão, eficiência, estrutura simples e repetição de tarefas. Esta abordagem é considerada insuficiente, limitada e pouco preparada para os cenários atuais, que buscam novas respostas para a complexidade do mundo e de suas constantes mudanças.


Desta forma o modelo de gestão mecanicista (ou cartesiano) evolui para um olhar mais abrangente, saindo do óbvio, buscando novas referências, meios para se comunicar e relacionar com diferentes áreas, mercados e pessoas.


Compreendemos o comportamento de um sistema, quando o vemos como um todo, por isto um negócio independente do seu tamanho ou campo de atuação, precisa conceber já na sua base, uma gestão com consciência sistêmica e com grande benefício a um grande números de pessoas.


“Quanto maior a consciência do todo, mais a nossa ação beneficia esse todo”.

Peter Senge - Autor do Livro A Quinta Disciplina


Nem só de bolo viverás


Um negócio não é só o serviço ou produto que será ofertado. Mesmo que sejam excepcionais e abocanhem um nicho nunca antes explorado, o mercado são sistemas dinâmicos.


Dados do relatório de Sobrevivência das Empresas no Brasil de 2016, elaborado pelo SEBRAE apontam que 76,6% das empresas, chegam até o segundo ano de atuação no Brasil. Dentro dos motivos alegados para fechamento do negócio, estão itens como: gestão, problemas administrativos e incapacidade.


Não tem jeito pessoal, um negócio é um conjunto de partes que se conectam entre si, então todas as áreas fazem parte. Desenvolver estratégias internas e não prestar atenção na concorrência, focar nas vendas, mas esquecer dos custos ou caprichar no marketing e não levar em consideração a logística; é gerir um negócio pela metade, com alto indíce de morte precoce.


Negócios inteligentes e saudáveis, privilegiam a visão do todo, o relacionamento entre as partes e leva a uma capacidade de avaliar as causas e consequências das ações de forma muito mais abrangente e com um risco calculável.


Se você já tem um negócio ou pretende ter um, faça uma reflexão sincera e observe quais áreas que estão em destaque e quais as que ficaram de escanteio. Relacione também quais assuntos não entende muito bem, não gosta, não acha assim tão importante…para todas elas existem algumas soluções, que só chegam até você através da abertura e comunhão com uma visão sistêmica.


Na Dume, queremos ajudar a transformar ideias em empreendimentos conscientes, consistentes e sustentáveis com resultados assertivos, tangíveis e significativos.

Por isso podemos ajudar, você através de Consultoria de Gestão de Negócios, Mentoria para Empreendedores, Desenvolvimento de Produtos e muito mais.


Quer saber mais? Entre em contato através do link:

https://www.dumeoficial.com.br/entre-em-contato


Link para o Relatório de Sobrevivência das Empresas no Brasil do SEBRAE: https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/sobrevivencia-das-empresas-no-brasil-102016.pdf


by@oriafeto

0 visualização